sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O MISTÉRIO DO AMOR

Hoje acordei muito cedo
Fui passear no jardim,
Fui olhar as belas flores,
Ouvir a voz dos passarinhos.


Olhei para uma linda rosa,
Vi que era muito bela,
Quiz colhê-la para mim,
Espinhei-me ao tocar nela;


Foi então que descobri
O mistério do amor,
Quanto mais agudo o espinho
Mais bela será a flor.


Através de um sacrifício
Eu pude colher a flor,
Mas pra poder ficar com ela,
Tive que sentir a dor.

Um comentário: