sexta-feira, 16 de setembro de 2011

FALTA DE VIRTUDES

Eu estou muito carente,
Estou sedento de amor,
A esperança já se foi,
A lealdade acabou;


Sou um cara insensato,
Sou ingrato, oh! meu Deus!
Minha fé onde está?
A fidelidade foi pros breus.


Toda virtude se fadiga
Ao chegar perto de mim;
Sou um cara abandonado;


Mas minhas forças recomeçam,
Vejo que não é o meu fim,
Pois Deus tem me ajudado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário